Como fugir da malha fina em 2022

Os contribuintes que precisam apresentar suas declarações de imposto de renda de 2022 devem reunir os documentos o quanto antes para evitar erros na hora de informar à Receita Federal.

Quem fez o IR sem pendência receberá o reembolso antes. Por se tratar de um reajuste anual com o fisco, os cidadãos devem ter comprovação de todas as receitas e despesas referentes a 2021.

A documentação também é necessária para comprovar as receitas e despesas dos dependentes que constam na declaração. Anteriormente, o período de divulgação das informações do contribuinte era mais longo.
Atualmente, o órgão tem a tarefa de esclarecer se os contribuintes caíram na rede de multa no prazo de 24 horas. É uma abordagem que promove e proporciona maior agilidade do que nunca.

Entre os motivos que explicam a retenção da declaração do Imposto de Renda 2022 são:

  • Omissão dos dados;
  • Incongruência das informações;
  • Documentos errôneos ou fraudados;
  • Inclusão de documentos falsos;
  • Realizar declaração de gastos médicos incompatíveis com a realidade;
  • Dados diferentes em relação ao órgão que credita o pagamento mensal, ou seja, fonte pagadora.

 

Quer evitar o risco de cair na malha fina nesse ano de 2022? Não existe necessariamente uma pessoa certa para fazer a declaração do IR, mas é recomendável um contador fazer este tipo de serviço, para não existir esse tipo de erro, de retenção da declaração do Imposto de Renda 2022. Ainda tem duvidas sobre sua declaração do IR? Entre em contato com a nossa equipe e descubra como podemos ajudar você.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Fale Conosco
Olá
Podemos te ajudar ?