Política de Férias e sua importância

Como organizar as férias dos meus colaboradores se tenho mais de dez funcionários?

Sei que você deve se perguntar isso toda vez que precisa programar as férias de seus colaboradores, e que isso pode ser uma dor de cabeça para você. E sabendo que as Leis trabalhistas determinam o período de 12 meses para que seu colaborador obtenha o direito de descasar 30 dias “férias”, esse período é chamado de período aquisitivo.

Então, é importante o planejamento e preparação por parte da empresa, pois é muito comum acontecerem erros por falhas na comunicação, os erros mais comuns  são no cálculo dos valores, no agendamento, entre tantos outros, inclusive para empresas que fazem férias coletivas.

E as férias são necessárias e estratégicas por serem o período de descanso do colaborador, para recompor a saúde e aproveitar um período sem obrigações de trabalho. Para evitar erros, confira como a sua empresa pode se programar e se organizar de forma assertiva.

De acordo com o artigo 134, é a empresa quem decide a organização das férias dos colaboradores. Isso porque a organização de atividades precisa funcionar, e é comum que os meses de final de ano, verão e férias escolares sejam os mais desejados.

Quando não se trata de férias coletivas, a solicitação pode partir do colaborador. Porém, a palavra final e aprovação da solicitação, fica por conta da empresa. Isso vai depender de como funciona a organização da empresa sobre férias e se a empresa tira ou não férias coletivas. No caso de férias coletivas, a empresa é quem determina o período de descanso coletivo.

A empresa tem por obrigação realizar o “aviso de férias”, notificando o colaborador 30 dias antes do agendamento e certificando-se que neste documento consta a data de início e término das férias. Além disso, todas essas informações devem constar na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), e o colaborador não pode tirar férias antes de ter seu direito trabalhista registrado na carteira de trabalho.

Mas mesmo sabendo de todas essas informações importantes, pode ser que você ainda tenha dificuldades de cumprir as obrigações e ainda obter erros na hora de processar as férias de seus colaboradores, por isso que uma boa e preparada equipe de RH é essencial para instruir e oferecer de forma assertiva a organização de acordo com a politica de férias, mas claro, com a ajuda da empresa, informando sempre corretamente os dados importantes para não acontecer erros como férias vencidas.

Pensando nisso, resolvemos te dar algumas dicas para o controle das férias na sua empresa e você não ficar perdido na hora de determinar as férias dos seus funcionários.

1. Obtenha um histórico das férias gozadas!

Antes de selecionar a maneira mais eficiente para fazer o controle de férias dos colaboradores, é preciso ter um histórico das férias já usufruídas de todos os colaboradores.

2. Deixe claro a política de férias da sua empresa!

Existem as exigências da legislação trabalhista brasileira, mas a empresa tem uma certa autonomia para criar algumas regras próprias. Elas devem ser escritas em algum tipo de documento, como um manual, e disponibilizadas aos funcionários para evitar dúvidas e interpretações diferentes.

3. Estabeleça prioridades na demanda interna!

É importante que as férias dos funcionários não entrem em conflito com momentos de grande demanda interna da empresa.

4. Prepare o grupo para ausências!

Para que as tarefas internas não sejam prejudicadas pela ausência de um funcionário, é essencial que um substituto seja treinado para assumir as funções dele. Essa aprendizagem pode ser incluída em um programa de treinamento.

5. Disponibilizar informações para o setor de RH da sua empresa ou da sua contabilidade!

Para uma boa comunicação entre o funcionário e a empresa, é importante disponibilizar as informações corretamente para o RH,

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Fale Conosco
Olá
Podemos te ajudar ?